Arquivo para setembro, 2012

desespero frio

Posted in rapidas on setembro 13, 2012 by felipert

Como se sua participação
fosse pedaço da vida alheia
sendo homem pato ou cão
preso inerte na areia

O passado que desagrada
é do que te dá as costas
numa pá exagerada
enfileirada nas pontas

eis que vê seu mal inconvincente
dando adeus aos seu breve recente
medo falho da vida
ou só d’outra ferida.

Dói o pé e as mãos
dos que foram pro chão
labutar na confiança
duma valsa uma dança

a roupa que escolheu
não diz respeito a quem fosse
ou pedir a quem perdeu
talvez nada ao endosse

filho feio da rua
perde/ganha lotado
peito e sentregou nua
arrependeu de lado

Perdi ou ganhei?
Ganhei ou perdi?
O que foi?

Anúncios

solitária caravana

Posted in em destaque on setembro 5, 2012 by felipert

Nuvens negras compartilham e
e não sei do que se tratará

penar in vitro
dos mais ferozes
toneis e litros

num andar
a carruagem
ultrapassa

ergue-se aos miúdos
desencanta água
vazia num conteúdo
cinerar quente frágua

é que dói bem dentro
mais “acentrado que o centro”
dor de não saber cogitar
dor pior que o afogar

sonolento eis o momento zero
intensivo em altitude plana
eu parto reles ao meu próprio esmero
seguindo minha solitária caravana