done is

Posted in em destaque on junho 10, 2018 by felipert

é desafiador não, é cinto q prende o fôlego
conserve sua memória intacta
é como o enjoo dado pelo cheiro do pêssego
ou a imagem cruel, a sacta (sig)

sabe o q era melhor? fazer uma cabana
dar mais sal, menor, esperar a semana
acabar pra perder mais tempo
esperando outra curva do vento

se eu enganei, me corrija
olhos fechados ou boca quieta
abre essas perna ai logo e mija
mas falamos em falar, né secreta?

Anúncios

Um

Posted in Uncategorized on junho 6, 2018 by felipert

Sei

might be

Posted in meu pior on maio 15, 2018 by felipert

nao é fácil acentuar palavra por palavra. q coincidência, já comecei,
quem como voce sem a intenção da lavra, a sua incidência q comentei,
me faz olhar pros lados como aquele desenho do
“ué, e agora?”
to fora

mao sob mao, nao deixou q corrigisse
me corrija então, antes q a mesmice
apodreça a intenção e vc ache a sandice
e eu conceda adjetivos p julgar (essa possível) relice

cara no asfalto, a batida na porta vem incessante
tome de assalto ou falhe só nessa provocante
maneira de me afastar por perto
de me manter proximamente longe
agitar com uma mão o desconserto
com a impaciência do nao monge
eu venho

relice = o q é reles
might be = anderson .paak

titulo dele mesmo

Posted in em destaque on abril 26, 2018 by felipert

ainda q fosse sua decisão, ainda q quisesse repartir
soma-se a rejeição a sua vontade de mentir
na pedra q devolvo tenha a intensidade q for
jogadas pelo polvo, a senha da coragem é ardor

nao meto coisa na cabeça
de ngm
nao quero que me peça
“nem vem”
estarei ali do lado do poste
e desencosto antes que encoste
suas costas no meu pescoço
mãos postas e medo no esboço

falha ao atingir a mão da estadia
qndo verificou a disponibilidade né
vale mais um na mao de dia
do q prata de quem desce a chaminé

boca

Posted in em destaque on abril 25, 2018 by felipert

pela primeira vez sinto que
a situação é assim mesmo
pode haver o q for, nao sei
nem corrente presa saberei

a sua sanidade é canal
inverso, nao respira
alimenta podre banal
pra depois cuspir ira

só voce pode se salvar

envolto à memórias suas
sem nunca ter estado
a sensação das maos nuas
num patamar privado
é inquietante
mas a minha estante
é minha

acaba 1

Posted in em destaque on abril 21, 2018 by felipert

apresentou mentira. pura safira – a
saiba você que ele mente – b
e todo aquele historico transcendente – b
é verdadeiramente – b
mentira, brilhante feito safira – a
mania de perseguição no altar
como quem diz mais sobre velocidade
de ter, conquistar e perder.

correlacionam os fatos dessa maneira injusta
pra ressignificar a predatória e robusta
vontade de inverter os pontos
com desagem forte pra mil tontos

fim do pior

cinza vive

Posted in meu pior, meu pior, jogado por aqui, Uncategorized on fevereiro 25, 2018 by felipert

voce tenta me matar
pode me matar se quiser

nao morro, nao morrerei

nunca estive morto
nem na vontade morro

nao morreria hoje
foge
mesmo q tente nao morreria

nem q a morte fosse dia

pode me matar se quiser, não vou morrer